quarta-feira, 8 de abril de 2015

Vítima do meu assalto - Capítulo Dois

|| ||


LINDSAY P.O.V

    Acordei com o despertador tocando debaixo do meu travesseiro, que tremeu todo.
    Sentei na cama, cocei meu olhos e olhei o visor do meu celular. 7h5min. Como assim já se passaram 5 minutos?
    Levantei da cama e, ao tocar meu pé no chão gelado, arrepiei.
    Caminhei até o banheiro e fiz tudo o que tinha pra fazer. Coloquei uma calça de couro preta, um moletom  cinza com um desenho de um boneco de neve branco (aqueles bonecos clássicos), bem quentinho, um coturno preto e um arquinho com um laço vermelho.
    Desci as enormes escadas e encontrei meus pais sentados à mesa, tomando café da manhã.

    —Bom dia, família –falei entrando no cômodo.
    —Bom dia, minha princesa –mamãe falou quando dei um beijo em sua cabeça.
    —Bom dia, meu anjo –papai falou quando dei um beijo em sua careca. Juntei-me a eles, sentando ao lado do meu pai, que estava na ponta, e de frente para minha mãe. Ainda restavam 9 cadeiras desocupadas na mesa —Está arrumada para ir à escola? –papai perguntou e assenti colocando um pedaço da panqueca em minha boca —Se você quiser, não precisa ir à escola hoje –ele falou me olhando. Limpei minha boca com o guardanapo e falei.
    —Obrigada, pai, mas acho que tenho que ir. Ficar em casa só vai me deixar pior –falei e ele assentiu, voltando a cortar um pedaço de sua panqueca coberta com geleia.

(***)

    —Ouvi boatos de que um garoto novo entrou na escola –Lily falou mais inclinada para o lado do que uma pessoa normal fica e cochichou para mim, olhando para frente, na tentativa de disfarçar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário