segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Diário de bordo: Bariloche - dia 2 + primeiras impressões

|| ||

19 de julho/2015

     Primeiras impressões de Bariloche:
- É uma cidade grande e não pequenininha como dizem.
- Os policias ficam extremamente sexys de uniforme.
- As coisas são bem caras.
- Não tem nada para fazer além dos passeios  - caros - oferecidos pelo hotel/agência de viagem.
- Não sorria perto dos argentinos ou peguem o celular/filmadora, eles vão achar que você está sorrindo para ele e filmando-o. Descobri isso de uma forma bem desagradável. Eu estava fazendo vlog e um argentino mexeu comigo - o segundo em 10 minutos. Meus pais me deram a maior bronca e eu não entendi porque, aí perguntei o que aconteceu e meus pais falaram para eu não ligar mais câmera perto de argentinos, muito menos sorrir - eu estava sorrindo porque estava saindo aquela "fumacinha" da minha boca por causa do frio - porque o cara pensou que eu estava sorrindo pra ele e filmando-o. Foi uma coisa bem desagradável.
- Há dois tipos de argentinos: recatados e assanhados. São dois extremos, mas é assim que eu classificaria os homens argentinos. 
Recatados: nem olham direito para as mulheres, dão UMA única olhada de 2s e pronto, não olham mais, mesmo te achando a mulher mais bonita do mundo.
Agora em compensação os assanhados, quando eles te acham bonita, eles mexem mesmo com você e não querem saber se tem um homem junto com você ou não, eles secam-te, elogiam, tentam puxar conversa e dão a impressão que já querem partir para coisas a mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário