sábado, 13 de fevereiro de 2016

Ei crush, essa é pra você

|| ||
"Se tudo fosse fácil, eu me jogaria em seus braços,
 Me entregaria de bandeja pra você 
Se tudo fosse fácil, mandaria a saudade embora, 
Estaria te odiando agora, 
Como se fosse fácil apagar você de mim.
Saudade eu tenho toda hora que você me vem na memória, eu penso 24h em você, estou sem tempo para te esquecer"
- Paula Fernandes

     A música toca, as lembranças vão chegando, o coração vai sentindo e os olhos expressam.
     Bola pra frente, a vida segue. Pessoas tomam suas decisões e diferentes rumos são seguidos. Acontece, a vida é assim, pessoas entram e saem da nossa vida a todo instante, muitas vezes sem nem percebermos; e na maioria delas, saudade não é motivo suficiente para a pessoa voltar.

"Já dei tempo ao tempo, mas o tempo não me ajuda
Se tento te esquecer, só faço te querer
Tá no meu pensamento sentimento que não muda
To louco pra te ver"
- Jorge e Mateus

     Engana-se quem pensa que é possível controlar o coração. O coração, assim como o destino, é traiçoeiro, gosta de brincar conosco. Uma hora sentimos uma coisa e no instante seguinte sentimos outra. Uma hora é sal, outra hora é doce.
     Com o coração não se brinca, não se engana, não se controla. O coração é um órgão independente, goste você ou não. Você não vai acordar um dia disposta a esquecer e puf, simplesmente esquece. Não é assim que as coisas funcionam.

"Parece que foi ontem que estávamos correndo e brigando
Este lugar, simplesmente, não é o mesmo
Sinto falta da tempestade
Que está a 1528km"


     "Hoje eu não tenho mais você e desligo o rádio quando a música me lembra o que eu quero esquecer. Ajude-me a esquecer", a música da Manu Gavassi toca, encaixando perfeitamente no momento.
     "Que mudança de trilha sonora", penso lembrando de todas as músicas que já compuseram nossa trilha sonora:

1- "Eu já falei e não vou repetir, te quero bem... Bem longe de mim
(Te quero bem, Munhoz e Mariano)

2- "Será que eu tô pirando ou você quer me provocar? Seu sorriso ou seu jeitinho de tentar me irritar, se tiver uma maneira vou tentar evitar. Eu juro, eu faço tudo para eu não me apaixonar. Eu nem sei o que eu gosto tanto, tanto em você"
(Garoto errado, Manu Gavassi)

3- "Eu odeio o seu sorriso e seu jeito de falar. Eu odeio quando você me olha e dou risada sem pensar. Eu odeio quando você vem, odeio mais ainda te esperar. Eu odeio quando você fala dela e eu finjo não ligar. Eu odeio ela ser tão sem graça e você nem perceber. Eu nunca admiti que me importava com você, agora tanto faz, não quero mais me esconder, estou falando na sua frente que eu te odeio por gostar tanto assim de você" (Odeio, Manu Gavassi)

4- "Entre tapas e beijos, é ódio, é desejo, é sonho, é ternura, um casal que se ama. E assim vou vivendo, sofrendo e querendo esse amor doentio" (Entre tapas e beijos, Leonardo)

     Éramos complicados. Uma hora morríamos de amor pelo outro e no instante seguinte, não queríamos nem nos olhar. Quando estavámos juntos, só brigávamos, quando estávamos separados, sentíamos a falta do outro. "Vocês vão acabar casando", as pessoas diziam e respondíamos "Deus me livre", como se não houvesse a menor vontade de estar perto. Passávamos dias sem trocarmos uma palavra, mas os olhares toda hora se cruzavam. Nos gostávamos, mas éramos birrentos demais para admitir.
     Anos passaram e vi que nada mais éramos que um amor perfeito que deu errado. Como faço pra consertar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário