sábado, 7 de janeiro de 2017

A parte mais difícil de se decepcionar

|| ||

     A parte mais difícil de se decepcionar é aceitar a decepção, é aceitar que você confiou e foi traído, é aceitar que você se enganou sobre a pessoa, é aceitar que você não conseguiu.
     A parte mais difícil de se decepcionar é aguentar o momento que segue a decepção, é aguentar a sua cabeça borbulhando, tentando absorver tudo o que aconteceu.
     A parte mais difícil de se decepcionar é entender e aceitar tudo o que vai acontecer por causa da decepção.
     A parte mais difícil de se decepcionar é ter que ser adulto o suficiente para seguir em frente, sendo que a única coisa que você quer é ficar trancado no seu quarto, sem falar com ninguém.
     A parte mais difícil de se decepcionar é ter que encarar todos depois da decepção e ainda ter que sorrir e falar que está tudo bem, sendo que nada está bem.
     A parte mais difícil de se decepcionar é olhar no olho da pessoa depois dela tê-lo decepcionado.
     A parte mais difícil de se decepcionar é não deixar aquilo te abalar.
     A parte mais difícil de se decepcionar é ser forte.

     Decepcionar-se não é legal, não é engraçado, é difícil, é sofrido, mas é algo necessário para o engrandecimento pessoal - refletimos sobre tudo na vida, pesamos cada coisa existente e vemos o real valor das coisas.
     O que temos que fazer é levantar a cabeça e seguir em frente (por mais que isso seja a última coisa que você queira fazer), sabendo que essa não vai ser a sua última decepção. E se me permitem dar um conselho, aí vai: não crie expectativas. A decepção é proporcional a expectativa. Viva a vida leve, sem esperar nada de ninguém - além de você mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário