quinta-feira, 16 de março de 2017

#DiárioDaFaculdade: Como é morar sozinho #MelhorPiorExperiência #5

|| ||

     Morar sozinho é chegar em casa e ver que sua bagunça está do mesmo jeito que você deixou, já que não tem ninguém para arrumar.
     Morar sozinho é descobrir que o apartamento, as roupas e as louças não se limpam sozinhos, e que  depois de limpos (espantem-se), eles não voltam sozinhos para o seu lugar, você tem que colocar cada coisa no lugar.
     Morar sozinho é chegar em casa super cansado, só querendo tomar um banho quente e dormir, mas não poder fazer isso porque ainda tem comida para fazer, já que não tem ninguém para preparar para você e pedir comida é muito caro.
     Morar sozinho é se abrir mais para as pessoas por causa da solidão —­ e é nesses momentos que as melhores coisas acontecem.
     Morar sozinho é dar mais chances para as coisas e para as pessoas.
     Morar sozinho é uma constate briga entre a alegria de poder fazer tudo o que você quiser, sem ter que dar satisfação para ninguém, e a tristeza de sentir falta de alguém para brigar pelo controle da televisão.
     Morar sozinho é aprender que todos queremos alguém para dividir as alegrias e as tristezas, as conquistas e as derrotas, a satisfação e o sofrimento.
     Morar sozinho é aprender que ninguém quer ficar sozinho para sempre.
     Morar sozinho é a melhor prova de esclarecimento, esclarecimento do que você realmente ama, esclarecimento das suas prioridades, esclarecimento sobre o mundo de uma forma geral. As vezes, o coração aperta de saudade, mas faz parte. Se você tiver a oportunidade, more sozinho, é uma experiência única que vai abrir muitas portas, além de abrir sua mente.

#MelhorPiorExperiência

2 comentários:

  1. Oi, to nesse dilema, será que vou conseguir, tantas coisas a serem compradas, e o medo de não da certo e ter que voltar pra casa dos pais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, eu entendo perfeitamente essa angústia, porque eu passei por tudo isso e, por já ter tido essa experiência, que digo para você tentar relaxar o máximo que conseguir e confiar em Deus. Relaxar, porque relaxada você consegue pensar melhor, e confiar em Deus porque ele sabe o que é melhor para nós e sempre nos ajuda, nunca nos abandona. Além disso, não sofra por antecedência. Não fique com medo de não dar certo, de ""fracassar"" e voltar para a casa dos pais (isso não é fracassar, pelo contrário, apenas os fortes tem peito para enfrentar o mundo e dizer "sim, eu quis voltar"), apenas tente relaxar e deixe as coisas acontecerem.

      Acho que ler os posts da série #DiárioDaFaculdade vai te ajudar muito também, porque eu passei por tudo isso que você está com medo (não conseguir comprar tudo, não conseguir ficar sozinha, voltar para a casa dos pais) e se você quiser dicas ou ajuda, comenta aqui no blog que eu procurarei te ajudar da forma que puder.

      Fica em paz. xx

      Excluir